terça-feira, 14 de novembro de 2017

ABC : Vice-presidente renuncia e ABC terá novas eleições no dia 25 de novembro.

O vice-presidente eleito do ABC, Rodrigo Salustino, renunciou ao cargo nesta segunda-feira. Com a saída do presidente Judas Tadeu na sexta-feira passada, o dirigente, que estava licenciado desde agosto, assumiria a função, seguindo as determinações estatutárias do Alvinegro. No entanto, ele abdicou do cargo.
Nesta segunda, ele entregou uma carta ao presidente do Conselho Deliberativo, Cláudio Emerenciano, em que abria mão da presidência. Salustino alegou que o cenário político atual do clube é conturbado e que buscou apoio para "viabilizar" o seu nome, mas não conseguiu o suficiente.
O dirigente disse que "apesar de muitas palavras de incentivo e mensagens de apoio, até mesmo de pessoas que eu nunca imaginei, não se mostrou possível essa composição com meu nome à frente". (Confira a carta abaixo).

Com esse novo contexto, o Conselho Deliberativo do ABC já determinou a data para as novas eleições, que irão eleger um mandato tampão: 25 de novembro. Os candidatos terão do dia 15 até o dia 20 para a composição das chapas.
- O edital já foi encaminhado e será publicado nesta terça-feira. A eleição acontece no dia 25, porque ainda é necessário o prazo para inscrições de chapas, impugnações e outros fatores relacionados a esse processo. Nessas eleições apenas os conselheiros votam para a escolha do novo presidente - explicou Cláudio Emerenciano ao GloboEsporte.com.

Enquanto não há a definição do novo nome, Paulo Tarcísio, o conselheiro mais antigo, segue como presidente. No estatuto, Cláudio Emerenciano, presidente do Conselho Deliberativo, assumiria a função, mas ele tem um impedimento por ser funcionário do Ministério Público.
O novo presidente eleito do ABC cumprirá mandato tampão até o final de 2018, data em que se encerraria o triênio da gestão Judas Tadeu e Rodrigo Salustino. Neste período, serão convocadas novas eleições, como já previsto no estatuto do clube.
A comissão eleitoral para o processo do próximo dia 25 será composta por José Alexandre Pereira Pinto (presidente), Clenildo Xavier de Souza (membro) e Hilton Ribeiro Marinho (membro).

Confira a carta de Rodrigo Salustino:

“Nesse momento, o ABC atravessa um momento conturbado. O que mais me preocupa é o aspecto político, cenário no qual há uma inegável divisão. Tenho consciência de que, para sair dessa crise, é necessário mais que talento, mais que capacidade. É essencial um somatório de forças convergentes, para que as dificuldades sejam superadas. Pensando nisso e sem nenhum sentimento de vaidade ou ambição pessoal, procurei sentir a viabilidade de meu nome. Procurei, no decorrer da semana passada, os atuais diretores, também ex-presidentes, conselheiros e torcedores do clube para conversar e tentar uma composição entre todos. Composição capaz de viabilizar o clube e seguir com uma gestão que foi vitoriosa e comprometida, com avanços que o ABC precisava. Vi que apesar de muitas palavras de incentivo e mensagens de apoio, até mesmo de pessoas que eu nunca imaginei, não se mostrou possível essa composição com meu nome à frente.
Então, pensando no ABC e somente nele, abro espaço para que surja um novo nome, com melhores chances de unir correntes divergentes do clube. Reitero, no entanto, meu compromisso com a instituição ABC Futebol Clube, e me coloco à disposição sempre, para ajudar a superar as dificuldades e retomar as vitórias”.
FONTE : GloboEsporte.com/RN

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

ABC : Sem Guedes, Ranielle remonta ABC e dá moral a artilheiro Dalberto.

A saída do volante Felipe Guedes para o futebol chinês forçará Ranielle Ribeiro a promover mudanças no ABC para o duelo contra o Brasil de Pelotas, nesta terça-feira. No último trabalho realizado em Natal antes do embarque para o Rio Grande do Sul, o treinador promoveu a entrada de Dalberto no ataque e fez adaptações na equipe.
Sem Guedes, o meia Erivélton recua para ser o segundo volante, assim como aconteceu no segundo tempo da vitória sobre o Criciúma. Berguinho, que tem atuado aberto pelo lado direito, vai jogar mais centralizado. Dalberto, então, formará o trio de frente com Matheus e Fessin. O Alvinegro treinou e deve jogar com Edson; Arez, Danrlei, Tonhão e Daniel Nazaré; Jardel, Erivelton e Berguinho; Mateus, Fessin e Dalberto.
O volante Anderson Pedra, o meia Gegê e o atacante Nixon ainda estão no departamento médico e não viajam. O jogo contra o Brasil está marcado para 20h30 (horário de Brasília), no Estádio Bento Freitas, em Pelotas.
Na lanterna, com 31 pontos, o ABC está rebaixado para a Série C, assim como Náutico e Santa Cruz.

Artilheiro


Dalberto é o artilheiro do ABC na Série B, com oito gols. Quatro deles foram marcados nas últimas rodadas - nas vitórias sobre Boa Esporte, Londrina e Criciúma -, sempre saindo do banco de reservas. A atuação contra o Tigre, quando marcou duas vezes, mereceu reconhecimento do técnico Ranielle Ribeiro.
- É um atleta que nunca deixou cair. Teve aquele problema por causa do salário atrasado (ficou 15 dias sem treinar), mas é um menino muito dedicado. A maturação está chegando. Dalberto tem 23 anos. Pode ter certeza que no próximo ano ele vai estar muito mais preparado para assumir a posição. É um garoto que nos dá a condição de jogar de referência, de 9, ou de extremo. É um cara muito dinâmico em relação a isso. Tem força para jogar pelo lado e a força necessária por dentro, tem cabeceio. É um atleta que, como eu falo muito no ABC, a gente tinha que ter paciência com ele. Geninho teve o olho de trazê-lo para cá. Colocou na Série C, não foi tão bem. É normal. Assumir uma camisa como a do ABC é muito difícil. E a evolução dele está aí. Durante a semana, falei para ele: 'Você é peça fundamental para a gente, para iniciar a Copa do Nordeste e o estadual, por tudo que você vem construindo aqui dentro do ABC e da sua evolução' - disse Ranielle na coletiva após a partida de sexta-feira.
FONTE : GloboEsporte.com/RN

AMÉRICA - RN : Com presença de 14 jogadores, América-RN inicia pré-temporada.

Exatamente três meses depois da eliminação na Série D do Campeonato Brasileiro, o América-RN inicia os treinamentos para a temporada 2018. A apresentação oficial do elenco ao técnico Leandro Campos está marcada para as 15h, mas os jogadores começaram a chegar ao CT Abílio Medeiros, em Parnamirim, na manhã desta segunda-feira. Os atletas passarão por avaliações físicas neste primeiro dia de pré-temporada.
Reforços para 2018, o goleiro Thiago Braga, os zagueiros Negretti e Adriano Alves, os volantes Janderson, o meia Juninho Tardelli e o atacante Betinho estão alojados no CT Abílio Medeiros. O volante Cícero Mateus e o meia Mateusinho também estão no clube. Dos remanescentes da Série D, já chegaram o goleiro Fred, o lateral-direito Guilherme, os zagueiros Richardson e Tiago Sala, o volante Robson e o atacante Tadeu. A expectativa da diretoria americana é que 17 dos 23 jogadores do elenco se apresentem nesta segunda-feira.
Nesta pré-temporada, o Mecão tem um amistoso confirmado contra o Botafogo-PB, no dia 30 de dezembro, em João Pessoa.

Elenco do América-RN:

Goleiros: Fred, Ewerton e Thiago Braga;
Zagueiros: Cleiton, Richardson, Tiago Sala, Neguetti e Adriano Alves;
Laterais: Danilo, Van Van e Guilherme;
Volantes: Robson, Jonathas, Juninho, Janderson e Cícero Mateus;
Meias: Cascata, Anthony, Juninho Tardelli e Mateusinho;
Atacantes: Tadeu, Thyago e Betinho.
FONTE : GloboEsporte.com/RN

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Jornalista potiguar lança livro que reúne memórias do estádio Machadão.

Seis anos após a demolição do estádio João Cláudio de Vasconcelos Machado, ou simplesmente Machadão, o jornalista Rubens Lemos Filho conta, ao longo das 472 páginas do livro "Memórias Póstumas do Estádio Assassinado", a trajetória do palco de grandes momentos do futebol potiguar durante os 39 anos de sua existência. A obra destaca times inesquecíveis, fatos históricos, culturais, políticos da cidade e retrata vários personagens da época de ouro do "grande palco que virou saudade", como diz o próprio autor, fã declarado do estádio - em 2011, o Machadão foi demolido para a construção da Arena das Dunas, que recebeu quatro jogos da Copa do Mundo de 2014.
- O Machadão foi um marco do Rio Grande do Norte. Foi o grande palco por onde desfilaram os maiores jogadores daqui, os grandes ídolos e onde as grandes multidões se encontravam sem violência e o torcedor de qualquer classe social tinha espaço. Enfim, uma época de ouro, 39 anos que, por conta de uma Copa do Mundo, foi colocado abaixo. Procuro resgatar essas histórias para que as gerações futuras saibam o quanto é complicado destruir um patrimônio da sociedade, público e esse patrimônio mostra o futebol-arte que era jogado no Rio Grande do Norte e que, quem sabe, um dia volte e não apenas se torne um negócio - ressalta.
O livro "Memórias Póstumas do Estádio Assassinado" será lançado nesta quinta-feira, a partir das 18h, no Salão Cristal da AABB, em Natal.
Dois episódios marcantes são considerados especiais na memória do autor. O primeiro é o gol mais bonito para o jornalista - em 2001, quando Sérgio Alves, de bicicleta, marcou aos 45 minutos do segundo tempo e empatava a partida para o ABC diante do América-RN, o maior rival. O segundo episódio, voltando um pouco mais no tempo, em 1983, quando foi "testemunha" de um dos maiores elencos da história do ABC - como ele mesmo afirma. Naquele ano, o time alcançou a marca de impresisonantes 114 gols marcados e tinha o ataque formado por Silva, Dedé de Dora (falecido recentemente e a quem o livro é dedicado) e Marinho Apolônio - este último, autor de 31 gols e que tem um capítulo especial dedicado por Rubens.
- Eu considero Marinho Apolônio o maior jogador, tecnicamente, que eu vi jogar na história do estádio no período que eu acompanhei. Porque Alberi está acima de qualquer comparação e eu não o vi no auge. Mas Deus me deu a alegria de ver Marinho jogar 'o fino da bola', um artilheiro nato, matador. Sofri com ele, quando estava no América-RN e vibrei com ele, quando veio para o ABC e formou o fenomenal ataque com Silva e Dedé de Dora - relembra o autor.

Vários outros fatos históricos são retratados no livro, como os jogos do Rei Pelé que pararam Natal à época - quando enfrentou o ABC, em 1972, e o América-RN, no ano seguinte. A passsagem da seleção brasileira, comandada por Telê Santana, também tem destaque. O bicampeonato estadual do Alecrim na década de 80, o acesso do Alvirrubro à Série A, além dos inúmeros craques do estado, do Brasil e do mundo que desfilaram pelo gramado antes do fim do "Poema de Concreto", como era carinhosamente chamado o Machadão.
- O livro é uma tentativa de deixar esse recado de que pode haver ainda algo de bom no nosso esporte baseado na arte que está aqui mostrada, retratada, na maravilha, no encantamento que a obra traz. Essa mágica unificava toda a cidade, todo mundo parava para ir ao Machadão assistir os jogos, os clássicos aos domingos entre ABC e América-RN - complementa.
FONTE : GloboEsporte.com/RN

ABC : Próximo da queda na Série B, goleiro do ABC lamenta: "Tivemos uma reação tardia".

derrota por 2 a 0 para o América-MG na noite desta terça-feira deixou o ABC a um passo de ser rebaixado. Se o Boa Esporte pelo menos empatar uma das próximas quatro rodadas, o Alvinegro jogará a Série C no próximo ano. Essa foi a segunda derrota consecutiva do Alvinegro, que antes disso havia reagido com uma sequência de quatro jogos sem perder (com três vitórias).
A reação, para o goleiro Edson, foi muito tarde na competição e as chances de escapar já eram remotas. Com a queda iminente e praticamente irreversível, o goleiro pede para o time terminar a competição com dignidade, mesmo que as últimas rodadas não valham na luta contra o rebaixamento.
- Vamos seguir, restam quatro jogos. A gente tem que acabar com dignidade, porque a gente tem um nome a zelar. O começo do campeonato foi meio complicado. Tivemos uma reação tardia, mas vamos dar sequência, acabar bem, todo mundo, até mesmo pra nós nos empregarmos ou até ficarmos por aqui - destaca o goleiro.
Ele avalia que a derrota na noite desta terça-feira para o América-MG foi decidida apenas pela bola parada (os dois gols do Coelho saíram após escanteios). Na visão do arqueiro, o ABC conseguiu igualar o nível de jogo e em nenhum momento foi dominado pelo rival.
- Tomamos dois gols de bola parada, que está decidindo muito os jogos. Se for olhar, foi um jogo equilibrado e o que decidiu foram as bolas paradas, que o América-MG foi mais eficiente. Mas, pode ver, se pegar o jogo todo, o time deles não teve o controle. A gente teve a posse de bola, eu acho que até maior - acredita.
Com 28 pontos e na lanterna da Série B, o ABC está praticamente rebaixado para a Série C do Brasileirão. O time precisa ganhar os quatro jogos restantes e torcer por uma grande combinação de resultados, que parece improvável de acontecer. Na próxima sexta-feira, o Alvinegro enfrenta o Criciúma no Frasqueirão e pode ter o rebaixamento confirmado.
FONTE : GloboEsporte.com/RN

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

ABC : Com volta de Pardal, ABC relaciona 20 jogadores para duelo contra América-MG.

O técnico do ABC, Ranielle Ribeiro, relacionou 20 jogadores para o duelo contra o América-MG, nesta terça-feira, no Estádio Independência. O jogo é válido pela 34ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Para esta partida, o Alvinegro terá o retorno do atacante Adriano Pardal e do meia Chiclete, que estavam no departamento médico.
O atacante, inclusive, esteve no grupo que permaneceu em greve após o retorno de parte do elenco às atividades. Ele seguiu no clube para tratamento médico, mas não tinha situação definida até então.
Apesar das voltas, Ranielle Ribeiro sofre com os desfalques. O técnico ainda não pode contar com o lateral-esquerdo Eltinho, que segue no departamento médico, e perdeu o volante Djavan, que foi liberado pelo clube para resolver problemas pessoais. São desfalques ainda o zagueiro Cleiton, com uma virose, e o atacante Nixon, que sofreu uma entorse no tornozelo no treino desta segunda-feira.
Com 28 pontos, o ABC está na lanterna da Série B e praticamente rebaixado. Com remotas chances, o clube ainda luta para escapar da queda. O América-MG tem 60 pontos e pode assumir a liderança da competição em caso de vitória nesta terça-feira. O jogo começa às 19h15 (horário de Brasília).

Confira os relacionados:

Goleiros: Edson e Júnior Belliato;
Laterais: Arêz, Daniel e Alisson;
Zagueiros: Danrlei, Tonhão e Vinicius;
Volantes: Anderson Pedra, Felipe Guedes e Jardel;
Meias: Erivélton, Gegê, Berguinho, Chiclete e Fessin;
Atacantes: Matheus, Dalberto, Lucas Coelho e Adriano Pardal.

FONTE : GloboEsporte.com/RN

sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Tibau volta de suspensão contra Islam Makhachev, no UFC 220, em Boston.

Após cumprir dois anos de suspensão por doping, Gleison Tibau, enfim, tem seu retorno marcado pelo Ultimate. O brasileiro vai enfrentar Islam Makhachev, no UFC 220, em Boston (EUA), conforme apurou o Combate.com com fontes ligadas à organização. Ele, que é o atleta do país com mais lutas pela companhia, vai para o seu 27º compromisso no evento.
Tibau tem 32 vitórias e 12 derrotas na carreira e vem de reveses contra Tony Ferguson e Abel Trujillo, sendo o último deles em novembro de 2015. Antes dos dois resultados negativos, o brasileiro vinha de triunfos sobre Pat Healy, Piotr Hallmann e Norman Parke.
Makhachev vive momento oposto. Com 14 vitórias e um revés, ele bateu seus últimos dois oponentes: Chris Wade e Nik Lentz, ambos por pontos, sendo o mais recente em fevereiro deste ano.


UFC 220
20 de janeiro de 2018, em Boston (EUA)
CARD DO EVENTO (até o momento):
Peso-leve: Islam Makhachev x Gleison Tibau


FONTE : GloboEsporte.com/RN

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

PUBLICIDADE: 17° Passeio do Blog J. Batista Esportes

Neste domingo dia 03/08 aconteceu o 17º Passeio do Blog J. Batista, organizado por J. Batista, esse ano tivemos como destino o Ma-Noa Park, Maracajaú.

Por fim, a organização do passeio agradece a todos que participaram contribuindo para o sucesso do evento. Obrigado e próximo ano tem mais.


IMAGENS DO PASSEIO: