segunda-feira, 29 de maio de 2017

Em Natal, Bernardinho revela "falta danada" da seleção e promessa a "papai do céu".

Bernardinho, ex-técnico da seleção masculina de vôlei e campeão olímpico na Rio 2016, participou de um bate-papo com crianças e adolescentes em uma escola particular de Natal, na manhã desta segunda-feira. O encontro também contou com a presença dos alunos do projeto "Vôlei em Rede", mantido pelo Instituto Compartilhar, que atende estudantes da rede pública. Além de compartilhar seu conhecimento com as lições do esporte, também teve que responder a uma plateia atenta e ávida por ouvir o ídolo. Entre os questionamentos, o feito pelo garoto Kauã Vinicius, de 10 anos, foi o que mais chamou atenção: "Por que você decidiu deixar a seleção após a Olimpíada?".
- Eu já estava há 23 anos nas seleções feminina e masculina. É difícil responder porque eu estou sentindo uma falta danada da seleção. Queria até voltar, mas não dá para voltar, não - disse, arrancando algumas risadas.
Ainda na resposta a Kauã, Bernardinho destacou também que era hora de buscar novos desafios profissionais e, consequentemente, ter mais tempo para a família.
- A seleção exige muito da gente. Minha família, muitas vezes, ficava em segundo plano. Era viagem com a seleção, treinamento, passava seis meses do ano fora de casa. A primeira festa junina da minha filha de 15 anos que fui na escola dela foi há três anos. Nunca tinha ido porque estava sempre viajando. Reunião de pais? Eu quase nunca ia. Isso começou a me fazer mal. Eu via que estava muito ausente. Estava lutando pelas minhas coisas, mas muitas vezes estava distante demais da minha família - lembrou.
A saída da seleção também tem um capítulo que, segundo ele, não tinha sido revelado antes: uma promessa feita a "papai do céu" no jogo contra a Argentina, pelas quartas de final da Rio 2016.
- Não sou um cara tão religioso, e eu juro a vocês que nunca envolvi 'papai do céu' nos jogos de voleibol. Acho que 'papai do céu' tem coisas mais importantes a fazer do que pensar no voleibol. Mas no jogo contra a Argentina, nas quartas de final, o Lucarelli sentiu uma contusão na coxa. Depois, o Lipe travou as costas e teve que sair também. Aí eu confesso que naquele momento evoquei 'papai do céu'. 'Papai do céu, estou pedindo para você me ajudar para ninguém se machucar mais, se não vamos perder essa partida e vamos sair da Olimpíada. Se o senhor me ajudar, eu não peço mais nada'. E para não pedir mais nada, eu tenho que ir embora. Eu fiz a promessa que iria sair da seleção depois de ganhar aquilo ali. Ele ajudou a gente, os jogadores voltaram e a gente ganhou a Olimpíada. Eu tinha que cumprir minha promessa a 'papai do céu', né? Essa eu nunca contei para ninguém. Contei para você (Kauã) porque você é bom - falou Bernardinho.


Casamento especial


O técnico campeão olímpico sempre vem a Natal para acompanhar o desenvolvimento do projeto "Vôlei em Rede" e, desta vez, conciliou a agenda com o casamento da jogadora Amanda Campos com o preparador físico Tagor Barcellos. A cerimônia foi realizada no sábado, e Bernardinho e a mulher Fernanda Venturini foram padrinhos. O levantador Bruninho, filho de Bernardinho, também esteve presente e, no dia seguinte, viajou para se apresentar à seleção que vai disputar a Liga Mundial, agora sob o comando de Renan Dal Zotto. A ex-levantadora Fofão, e as jogadoras Juciely, Natália e Monique também prestigiaram a amiga no casamento. Amanda, que disputou a última Superliga Feminina pelo Brasília, acertou recentemente com o Praia Clube, de Uberlândia.
- Amanda é uma menina excepcional. Nasceu em Touros e começou a jogar em Natal, com Suzet e Breno Cabral. Depois, foi para o Rio de Janeiro jogar comigo e hoje está na seleção brasileira. Ela me convidou para ser padrinho e me senti homenageado pelo carinho conosco. A minha relação com Natal é visceral. Começou com Virna lá atrás. Minha amizade com Breno e Suzet é de décadas. Uma vez por ano estou aqui. Não tenho muito tempo para lazer, mas desta vez passei o fim de semana inteiro. Foram dias incríveis, minha filha de 7 anos não conhecia Natal e aproveitou o mar de Ponta Negra. Agora, finalizo com essa visita e o encontro com jovens, que é sempre muito especial - comentou.
Bernardinho frisou ainda que a mudança no comando técnico dá um novo ânimo para os jogadores e destacou que ficará na torcida para que o trabalho continue vitorioso com o amigo Renan.
- A falta da seleção que está me fazendo, a distância da seleção é muito dura neste momento. Depois de 23 anos, era o momento de sair, abrir espaço para outros, e buscar outras oportuniades e desafios. É uma fase de mudança, mas era necessária. É um novo estímulo à seleção. Renan é um grande amigo, um irmão que o voleibol me deu. Além de preparado, inteligente e perspicaz, é um cara que tem uma relação humana muito boa e certamente vai fazer um grande trabalho. Vai estrear na sexta-feira, contra a Polônia, na Liga Mundial, e tenho certeza que vai ser uma campanha exitosa. Fizemos um traballho de renovação muito grande nos últimos quatro anos, e o grupo chega muito pronto para esse novo ciclo que se inicia e que vai findar em Tóquio 2020 - finalizou.
FONTE : GloboEsporte.com/RN

Liga é criada no Rio Grande do Norte para fortalecer futsal.

Uma liga de clubes está próxima de ser criada para fortalecer o futsal do Rio Grande do Norte. Paralela à Federação Norte-rio-grandense, a nova entidade busca estimular as categorias de base, ter maior participação dos clubes em uma única competição e aumentar o calendário esportivo. Segundo o professor Roberto Pereira, um dos idealizadores do projeto, o núcleo que organiza a liga conta com cerca de dez pessoas, entre professores de futsal, presidentes de clubes e secretários municipais. Inicialmente, 24 equipes participam da entidade.
A ideia da Liga Norte-rio-grandense de Futsal (LNF), como será chamada, nasceu há um ano a partir da insatisfação dos profissionais e dos clubes em relação à federação. Na avaliação de Roberto Pereira, a entidade não investe nas categorias de base e inclui poucas equipes em suas competições. O último Campeonato Potiguar de Futsal, que aconteceu entre outubro e dezembro de 2016, contou com nove participantes.
- Nós pensamos em criar a liga em cima da decadência do futsal do Rio Grande do Norte, que acontece há 15 anos, para tentar reerguer a modalidade. A ideia é melhorar aos poucos. A priori, vamos focar na categoria adulta, mas há uma equipe para tratar com as bases. Hoje, não tem nenhum representante do Rio Grande do Norte na Taça Brasil Sub-15, não há participação nossa - disse Roberto Pereira ao GloboEsporte.com.
Em processo de formalização em cartório, a expectativa é que a liga esteja funcionando a partir de junho. Só então as inscrições serão abertas para a filiação de mais clubes. Os jogos da competição estão marcados para acontecer entre julho e setembro. A estrutura será dividida em polos regionais para facilitar os custos da equipe de todo o estado. Depois, será feita a fase mata-mata.
- Vamos nos dividir em polos regionais, entre as cidades próximas. Assim a gente diminui o custo dos clubes com viagens. As equipes de Macau, por exemplo, disputarão com outras daquela região. Depois, entraremos na fase mata-mata. Como ainda haverá período para a inscrição de outros clubes, ainda vamos organizar melhor o calendário - contou.

O passo a passo da LNF


Como não há ligação com a federação, a competição promovida pela Liga Norte-rio-grandense de Futsal não dará vaga para torneios da Confederação Brasileira - o estadual da FNFS classifica para a Taça Brasil, por exemplo. Mas o plano é mostrar resultado para a entidade crescer e valorizar os atletas e equipes que abracem o projeto.
- Queremos mostrar resultado para captar patrocinadores e crescer. Hoje, os custos serão todos dos clubes. Uma porcentagem da renda que iremos conseguir vão para eles e outras para a Liga, para termos um aporte financeiro. Pensamos também em uma comunicação, com gerenciamento das redes sociais. Estamos buscando parcerias para isso - completou Roberto.
FONTE : GloboEsporte.com/RN

sexta-feira, 26 de maio de 2017

ABC deve encontrar Vila Nova fechado neste sábado, avalia Geninho

O duelo contra o Vila Nova é o segundo jogo do ABC no Frasqueirão na Série B deste ano. O primeiro, contra o Paraná, foi marcado por poucas chances de gol e marcação apertada de ambos os lados. Geninho deixa claro que espera um confronto semelhante desta vez. Isso porque, com a competição ainda no início, a cautela é adotada por todas as equipes para traçar as melhores previsões para o restante da competição. O jogo contra o Vila é neste sábado, às 16h30.
- Eu acho que vai ser um jogo parecido com o contra o Paraná. Eu estou vendo muitos jogos e vejo que estão sendo todos assim, mais fechados, com muitos empates. Eu acho que (a Série B) vai continuar assim durante um período. Depois as coisas vão se definir melhor, pouco mais para frente, da 10ª rodada para lá - afirmou o técnico.
Geninho traçou um diagnóstico do adversário do Mais Querido deste sábado e ressaltou a qualidade do atacante Wallyson, ídolo alvinegro. O Vila Nova venceu o Boa Esporte fora de casa na primeira rodada da Série B e empatou com o Juventude em casa. O time está em nono lugar, com quatro pontos.
- O Vila Nova é um time bem ajeitado, mas que não tem um grande destaque. Talvez o jogador mais conhecido seja o Wallyson, ídolo aqui, e ele não é o mesmo que era no ABC. Aqui (no ABC) ele era magrinho, leve, jogava pela direita, rápido. Hoje ele joga pelo lado esquerdo, puxando para a direita para bater forte. Isso é perigoso. Fora isso o time não tem um grande destaque. É um time que joga mais no conjunto, como nós. Eles conseguiram um bom resultado contra o Boa (Esporte) e isso é importante. É um time que joga forte, seguro, tentando jogar no erro do adversário. Nós vamos tentar atacar esse time, mas é preciso ter cuidado para não se expor - completou.

As possibilidades de Geninho


O último treino do ABC antes do jogo aconteceu na manhã desta sexta-feira, no Estádio Frasqueirão. Segundo a assessoria do clube, a atividade foi um reforço físico na academia e um rachão. No último coletivo, na quinta-feira, Geninho deixou dúvidas em relação à equipe que deve jogar, mas fez questão de deixar claro que tem o time definido.
- Não tenho dúvidas. Tenho decisões a tomar. Quando há alguma dúvida, faço um treinamento. Eles servem para tirar essas dúvidas. Eu nunca defino a minha equipe logo após o coletivo, mas o jogador nunca vai dormir sem saber se vai jogar ou não. Eu nunca levo uma dúvida de ordem tática para o jogo. Eu já tenho mais ou menos na minha cabeça o que vou fazer, mas quero ver isso com calma junto com a comissão técnica - ressaltou.
Dos testes realizados por Geninho, há apenas uma certeza: Nando é o dono da camisa 9 neste sábado. Caio Mancha recebeu elogios do técnico, mas a avaliação é que o atacante tem um rendimento melhor quando entra durante a partida.
 O Caio é sempre uma boa opção. Tem jogador que às vezes entra melhor do que começa, até que vai pegando confiança, ritmo e de repente é titular. Ele tem entrado muito bem. Teve um período que eu botei ele de titular em três ou quatro jogos, e ele não teve o mesmo ritmo de quando entra (no meio do jogo). Isso dá tranquilidade para nós, ter um jogador que é uma boa opção no banco. Pode ser que uma hora ele engate. Se ele começar bem, ele ganha a titularidade - completou.
FONTE : GloboEsporte.com/RN

AMÉRICA- RN : Volante do Mecão usa experiência com técnico do Sergipe para armar estratégia.

O América-RN aproveitou ao máximo a semana de preparação para o jogo contra o Sergipe. Mesmo jogando longe da Arena das Dunas, o Mecão vai a Aracaju para propor o jogo e buscar a vitória. Pelo menos é o que afirma o volante Jonathas. E é por ele que a estratégia da equipe é traçada: Jonathas trabalhou com Marcelo Vilar - atual técnico do Sergipe - no Ferroviário durante o Campeonato Cearense deste ano.
- Como o professor Leandro (Campos) sempre fala para gente: temos que nos comportar da mesma forma, tanto dentro quanto fora de casa. Vamos buscar a vitória. Quanto mais pontos a gente for somando, é melhor para a sequência do trabalho. Não vai ser um jogo fácil. Eu conheço o professor Marcelo (Vilar), foi meu treinador lá em Fortaleza e é um treinador que sempre busca jogar pelas beiradas buscando gol. A gente vai lá preparado para enfrentar as dificuldades. É um jogo decidido nos detalhes porque cada jogo da Série D é uma final - disse Jonathas.
O volante estreou com a camisa do América-RN no jogo contra o Murici, no último domingo. Apesar da vitória por 3 a 0, a avaliação é de que há muito a melhorar. Isso porque o entrosamento entre os atletas ainda não está perfeito.
- É importante começar bem, apesar do pouco tempo de trabalho e da formação da equipe em cima da hora. Tivemos uma boa estreia e agora é continuar trabalhando forte. A gente vem ali se adaptando, procurando fazer o que o professor Leandro vem pedindo para a gente. Na competição, a gente vai estar cada vez mais entrosado - completou o volante.
O jogo contra o Sergipe está marcado para domingo, às 16h, no Estádio Batistão. O time da casa busca a recuperação depois de perder por 2 a 1 para o Jacobina na primeira rodada da Série D. Enquanto isso, o Alvirrubro chegar aos seis pontos e abrir caminho para a classificação para a segunda fase.
FONTE : GloboEsporte.com/RN

quinta-feira, 25 de maio de 2017

ABC : Após suspensão, Filipe fica à disposição de Geninho para duelo contra o Vila Nova.

O zagueiro Filipe está pela primeira vez à disposição do técnico Geninho e deve ser relacionado para o confronto contra o Vila Nova, no sábado. Reforço do ABC para a Série B do Campeonato Brasileiro, o jogador de 32 anos precisou cumprir suspensão nas duas primeiras rodadas devido a uma expulsão quando defendia o Botafogo-SP, na Série C do ano passado.
- Tive que cumprir dois jogos de suspensão porque fui expulso no ano passado, contra o próprio ABC. Acabei pegando essa pena. Agora passou, e estou à disposição do professor Geninho para que possa fazer o melhor dentro de campo - declarou.
Como a dupla de zaga titular está consolidada com Oswaldo e Cleiton desde o estadual, Filipe vai ter que esperar por uma oportunidade. Uma possibilidade para que enfrente o Vila Nova no sábado é ser improvisado como volante, já que o Alvinegro perdeu Anderson Pedra - o camisa 5 passou por cirurgia na mão esquerda e ficará afastado por três semanas. Filipe disse que, se for chamado por Geninho para fazer esta função, estará pronto. Outras opções para o setor são os jovens Jardel e Jhonata.
- Faz muito tempo que joguei de volante. Foi no início da minha carreira. Mas pode ter certeza que o professor é bastante esperto quanto a isso e vai fazer a melhor escolha para colocar o ABC cada vez mais forte diante dos adversários. Me coloco à disposição (para jogar de volante), sim. Estou aqui para ajudar. Se eu achar que não sou capaz de fazer essa função, vou falar para ele que não tenho condições porque sou homem suficiente para isso - comentou.
FONTE : GloboEsporte.com/RN

AMÉRICA- RN : Uederson e Tadeu aparecem no BID e podem estrear pelo Mecão no domingo.

Os atacantes Uederson e Tadeu, que foram contratados pelo América-RN como reforços para a Série D do Campeonato Brasileiro, estão regularizados. Os dois tiveram os nomes publicados no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF nesta quarta-feira.
Outro jogador que tem condição de jogo é o lateral-direito Guilherme, que não atuou na estreia da competição contra o Murici, por não ter sido regularizado. O próximo jogo do Mecão é contra o Sergipe, neste domingo, Às 16h, no Estádio Batistão.
Na atividade desta quarta-feira, o técnico Leandro Campos comandou um trabaho tático e utilizou a mesma formação que goleou na estreia da competição. A exceção foi a presença do lateral-esquerdo Vanvan, em decorrência de uma lesão sofrida pelo titular Danilo. Na direita, Marcos Júnior foi mantido na posição.
Uederson e Tadeu treinaram pela primeira vez pelo América-RN nesta terça-feira. Os dois surgem como opções para o setor ofensivo, ao lado de Jean Silva, Beleu, Lucão e Tiago. Wellington Sabão também está no departamento médico, por conta de um torção no joelho e no tornozelo esquerdo.
FONTE : GloboEsporte.com/RN

AMÉRICA-RN : Danilo pode desfalcar América-RN contra o Sergipe; Robert segue fora.

O América-RN segue firme na preparação para o jogo contra o Sergipe, marcado para o próximo domingo, mas ainda não sabe se vai contar com os laterais Robert e Danilo. O primeiro foi vetado para a estreia, por conta de uma torção no joelho direito e segue fora de atividade. O segundo sofreu uma pancada no jogo contra o Murici e ainda não participou de qualquer atividade com o restante do grupo nesta semana.
De acordo com Maeterlinck Rego, chefe do departamento médico alvirrubro, os dois jogadores passarão por um exame de imagem na noite desta quarta-feira e o resultado será divulgado na quinta, data em que será definida a presença dos jogadores na lista de relacionados para o jogo em Aracaju. A viagem do Mecão está marcada para às 3h desta sexta-feira.
Danilo e Robert se juntam aos meias João Gabriel e Somália e ao atacante Wellington Sabão, que seguem em tratamento médico. O volante Sidney, que sofreu luxação no ombro esquerdo, está em fase de transição e também pode ficar de fora do jogo.
Na atividade desta quarta-feira, o técnico Leandro Campos realizou um treino tático e manteve o meia Marcos Júnior na lateral direita. O jovem Vanvan entrou na na esquerda. O time titular contou com Fred; Marcos Júnior, Paulão, Cleyton e Vanvan; Robson, Jonathas, Guto, Cascata; Jean Silva e Lucão.
FONTE : GloboEsporte.com/RN

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Potiguar de Mossoró se reforça com lateral-esquerdo e goleiro.

O lateral-esquerdo Samuel e o goleiro Milton Boqueirão são os novos reforços do Potiguar de Mossoró para a sequência da Série D do Campeonato Brasileiro. A dupla já participou do treinamento com o grupo na manhã desta quarta-feira, no campo da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa).
Milton Boqueirão, 34 anos, estava no Maranguape, e chega por indicação do técnico Mastrillo Veiga. Além de Milton, o elenco conta também com o goleiro Mailson, que estava no Alecrim. Samuel tem 20 anos e foi revelado pelo próprio Potiguar em 2013. Depois, passou por Auto Esporte e Lemense.
A diretoria do Time Macho está tendo que remontar o elenco após desfazer a parceria com o empresário Matheus Reis e dispensar 13 jogadores. Na terça-feira, já anunciou a contratação de cinco reforços.
Após o empate sem gols com o Maranhão na estreia, o Potiguar volta a jogar pela Série D no domingo, contra o Guarany de Sobral. O jogo será no Estádio do Junco, em Sobral.
FONTE : GloboEsporte.com/RN