terça-feira, 28 de março de 2017

No ABC, Romano espera dificuldade em "revanche" contra o Globo FC.

Foto: Andrei Torres/ABC
Dono da camisa 6 do ABC na temporada, o lateral-esquerdo Romano vem oscilando nos últimos jogos, mas ainda tem créditos para ser mantido na posição no duelo contra o Globo FC. Em entrevista coletiva nesta segunda-feira, ele ressaltou a atenção redobrada que o Alvinegro precisa ter nesta quarta-feira, no Estádio Barretão. O jogo, que começa às 20h, é válido pela primeira rodada do returno do Campeonato Potiguar. A Águia de Ceará-Mirim foi a única a vencer o Mais Querido no estadual, no segundo jogo da final do primeiro turno. Por outro lado, o ABC também foi o único a bater o Globo na competição. Os dois times se enfrentaram três vezes esse ano, com uma vitória para cada lado e um empate.
- É um jogo importante como todos os jogos que a gente vem fazendo. A gente precisa fazer um bom resultado fora de casa para chegar mais perto da classificação para a final, para buscar o título - declarou Romano.
É a primeira vez no ano que o embate será jogado no Barretão. O fator casa para a Águia é muito forte. Nesta temporada, a única derrota foi para o Fluminense, por 5 a 2, na Copa do Brasil. Antes, o time não perdia há mais de um ano. Romano sabe da dificuldade e fala sobre o respeito que o ABC terá em campo.
- Claro que eles devem se sentir bem jogando dentro da própria casa. A gente vai com a mesma postura que a gente vem tendo dentro e fora de casa, com respeito ao adversário e buscando o tempo todo a vitória - continuou o lateral.
A vantagem do ABC sobre o Globo está nas ausências. O time de Ceará-Mirim não contará com o lateral-esquerdo Renatinho Carioca, suspenso pelo terceiro amarelo; e com os meias Renatinho Potiguar e Denis e o atacante Romarinho, expulsos no jogo contra o América-RN. O Alvinegro não terá o atacante Caio Mancha, suspenso também pelo terceiro amarelo; o meia Echeverría, lesionado; o volante Anderson Pedra e o zagueiro Léo Fortunato, que estão em fase de transição e não devem ser relacionados.
- Não digo que seja um fator favorável para nós (os desfalques do Globo), mas eles têm prejuízo pela questão de sequência e entrosamento que o time vem tendo. A gente sabe que vai ser um jogo difícil. O Globo é um time que tem qualidade e sabe jogar - completou Romano.
FONTE GloboEsporte.com/RN

ABC :Márcio Passos assume papel de líder e cresce com titularidade no ABC.

Foto: Andrei Torres/ABC
O volante Márcio Passos é um dos homens de confiança de Geninho no ABC. Quando preciso, o atleta entra em campo e se destaca pela dedicação e liderança exercida. Desde a lesão de Anderson Pedra, Márcio assumiu a titularidade do Alvinegro e foi crucial nos jogos decisivos. O volante foi um dos protagonistas do Mais Querido na luta até o último segundo pela classificação na Copa do Brasil contra o São Paulo, marcando os gols do ABC nas duas partidas contra a equipe paulista. O time acabou desclassificado, mas orgulhou os torcedores e saiu aplaudido de campo após o fim do jogo no Frasqueirão.
Diante das boas atuações de Márcio Passos, o retorno iminente de Anderson Pedra, que está em fase de transição, põe dúvidas no técnico Geninho. Márcio se mostra tranquilo com o retorno do companheiro e ressalta a disposição para ajudar a equipe onde quer que seja. Em 2016, chegou a atuar de zagueiro e lateral esquerdo. Apesar da indefinição no time, a certeza do jogador é estar sempre dando o seu melhor em campo. Na ausência de Léo Fortunato, ainda herdou a braçadeira de capitão. Está mesmo com moral.
- Eu tenho trabalhado e buscado desde o início uma oportunidade. Eu sei que não é brigando e nada disso. É preciso provar no campo que eu tenho capacidade. Estou tentando dentro das oportunidades mostrar capacidade para continuar (como titular). Mas é lógico que isso passa pelo comando do Geninho. Eu tenho consciência boa de que estou fazendo o meu melhor e estou conseguindo contribuir para o bem da equipe, que é o mais importante - declarou Márcio Passos.
O volante tem mais uma chance de mostrar a capacidade nesta quarta-feira, quando o ABC enfrenta o Globo, no Estádio Barretão, a partir das 20h, em jogo atrasado pela primeira rodada do returno do Campeonato Potiguar. A última vez que as equipes se enfrentaram foi na final do primeiro turno e quem saiu com a vitória foi o Globo. Márcio Passos estava de titular no jogo e vai para a partida desta quarta-feira ainda com a derrota atravessada na garganta.
- Jogamos três vezes com o Globo e pode-se dizer que ainda podem vir mais quatro jogos contra eles no máximo (caso o ABC chegue à final do returno contra a Águia de Ceará-Mirim, vença e vá à final geral). Eles estão se tornando um adversário muito bom para nós. É bom jogar contra o Globo. A gente vê que tem um equilíbrio (entre os dois times), mas é lógico que em uma competição a gente sempre tem que provar que é melhor que o adversário. Então, temos mais uma oportunidade de duelar e é um adversário que com certeza, depois do resultado final, poderemos ganhar elogios ou críticas que vão depender daquilo que a gente apresentar. Ninguém vai dizer quando a gente ganhar que 'o ABC ganhou de um zé ninguém' porque a equipe do Globo mostrou qualidade no primeiro turno. Mas é lógico que, para conquistar o que a gente quer, é preciso passar por cima das dificuldades - ressaltou.
Para sair com a vitória na quarta-feira, o ABC trabalha os erros do último jogo para não repeti-los. Na ocasião, a equipe estava com uma jornada de três competições, com Copa do Brasil, Copa do Nordeste e Campeonato Potiguar e apresentava sinais de cansaço. Desta vez, as equipes se enfrentam em condições físicas semelhantes. Outra motivação para vencer é a confiança do Alvinegro conquistada com a sequência do estadual e os jogos da Copa do Brasil. Márcio Passos ressalta a boa atmosfera para a equipe ir ainda mais aguerrida para conquistar o segundo turno do Campeonato Potiguar e decidir o título estadual contra o Globo.
- Ganhamos confiança com os grandes jogos que foram feitos contra o São Paulo. Em cima daquilo a gente sabia que ia ser cobrado pelo desempenho. Não tendo outras competições é foco total no estadual, ainda mais porque não conquistamos o primeiro turno, então é uma questão de sobrevivência e do nosso objetivo de conquistar o título. Temos que ganhar esse turno. Estamos felizes por esses dois jogos, mas não são suficientes para ganhar essa vaga na final. Nos próximos jogos nós vamos tentar que chegue mais perto essa vaga na final - completou o volante.
FONTE GloboEsporte.com/RN

Globo FC tem quatro baixas para duelo contra o ABC; dois retornam.

Foto: Rhuan Carlos
O Globo FC terá quatro desfalques, todos por suspensão, para o jogo contra o ABC, nesta quarta-feira, às 20h, no Estádio Barretão. O lateral-esquerdo Renatinho Carioca recebeu o terceiro cartão amarelo no duelo contra o América-RN, enquanto os meias Denis e Renatinho Potiguar e o atacante Romarinho foram expulsos na Arena das Dunas. Por outro lado, o treinador Luizinho Lopes tem o retorno do lateral-direito Ângelo e do meia Tiago Lima, que cumpriram suspensão no domingo.
O curioso é que Renatinho Potiguar e Denis seriam os substitutos de Renatinho Carioca e Romarinho. Agora, Luizinho terá que analisar as peças disponíveis no grupo. No meio-campo, pelo menos, é certa a volta a de Tiago Lima. 
- Nós adotamos aqui no Globo a filosofia de não lamentar os jogadores que perdemos, mas, sim, valorizar aqueles que vão entrar. Vamos manter o equilíbrio necessário para buscar nosso objetivo que é estar na final do segundo turno. Não vamos abrir mão deste planejamento de jeito nenhum - declarou o treinador à Rádio Globo Natal.
O Globo FC faz o treino coletivo na tarde desta terça-feira, a partir das 15h30, no Barretão. Na classificação do returno, o ABC está na terceira colocação, com seis pontos. A Águia vem em seguida, com cinco pontos.
FONTE GloboEsporte.com/RN

segunda-feira, 27 de março de 2017

AMÉRICA-RN: "Vamos brigar pelo 3º lugar no geral", diz técnico sobre plano do América-RN.

Foto: Fabiano de Oliveira
O empate com o Globo FC em 2 a 2 neste domingo, na Arena das Dunas, tirou as chances do América-RN de chegar à final do returno do Campeonato Potiguar. Pior, o resultado manteve o Mecão na lanterna da competição, com apenas dois pontos em quatro rodadas. Restam apenas três jogos para o fim do segundo turno e com o sonho do título extinto, os planos do técnico Flávio Araújo mudam de direção. O foco da equipe passa a ser a conquista da terceira colocação na classificação geral da competição. 
O Alvirrubro está com 15 pontos na pontuação geral e segue atrás de Potiguar de Mossoró - que também está com 15 pontos, mas com um saldo de gols de menos um contra menos dois gols do Mecão. Com a vitória por 1 a 0 sobre o Baraúnas, o Assu assumiu a liderança do returno com nove pontos e aumentou a pontuação na classificação, com 18. Os próximos três adversários do Alvirrubro serão o Alecrim e Baraúnas, na Arena das Dunas, e o jogo decisivo contra o Assu, no Estádio Edgarzão.
Caso alcance a meta, o clube americano garante uma das três vagas do Rio Grande do Norte na Copa do Brasil de 2018. As outras duas são destinadas para o campeão e o segundo colocado no campeonato estadual.
- Vamos brigar pelo terceiro lugar no geral. A equipe do Assu está com 18 pontos, nós e o Potiguar (de Mossoró) estamos com 15 pontos. Então, a briga está acirrada e vamos em busca dessa vaga. No próximo ano, o futebol do Rio Grande do Norte terá três vagas na Copa do Brasil e vamos em busca dela. Vamos terminar esse estadual com uma sequência de vitórias, que fortalece a todos nós.
Na última quarta-feira, Flávio Araújo conquistou a primeira vitória no comando do América-RN, com o 1 a 0 sobre o Botafogo-PB, em jogo para cumprir tabela na Copa do Nordeste. O resultado motivou o grupo e, segundo o treinador, houve uma evolução técnica em campo. No confronto contra o Globo FC, neste domingo, os jogadores alvirrubros mostraram uma superação e viraram o placar, mas a confusão do árbitro Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro mudou o resultado final.

- Hoje, nós fomos diferentes, talvez tenha sido a nossa melhor apresentação. Estava cobrando muito da nossa equipe uma imposição como time grande, com atitude na marcação e na posse de bola. Tivemos isso, mas os 15 minutos iniciais foram do Globo FC, onde fizeram um gol. Mas, depois nos encontramos no jogo. No segundo tempo, eles voltam com um pouco mais de tempo de bola, mas tivemos algumas chances, não convertemos, e ainda tivemos um pênalti não marcado. O Globo FC é uma boa equipe e chegou ao empate em um lance muito duvidoso, que para mim o Daniel (Felipe) pegou a bola primeiro, mas o árbitro marcou. Continuamos em cima e no fim do jogo tivemos a grande chance, mas não conseguimos concluir em gol. Lógico, esse resultado foi ruim, foi péssimo, mas o que nos conforta é porque a equipe se empenhou em busca da vitória, que não aconteceu, mas ninguém pode negar que o grupo se dedicou em busca do resultado - concluiu.
FONTE GloboEsporte.com/RN

CAMPEONATO POTIGUAR :Luizinho Lopes revela nervosismo do elenco do Globo contra o América-RN.

Foto: Fabiano de Oliveira
Um jogo nervoso, com expulsões e reclamações contra o arbitragem. O duelo entre América-RN e Globo FC, neste domingo, na Arena das Dunas, revelou a pressão que as duas equipes sofrem na competição. De um lado, o Mecão em crise administrativa e sem chances de chegar à final do returno. Do outro, a Águia campeã do primeiro turno, que luta para conquistar o returno sobre os adversários e ainda briga contra as lesões do elenco. No empate em 2 a 2 com o Alvirrubro, o técnico Luizinho Lopes não escondeu a preocupação com o temperamento da equipe de Ceará-Mirim. Para o treinador, o Globo se tornou a "equipe a ser abatida" no estadual.- O que nós mais temos trabalhado no segundo turno é o equilíbrio, porque são todos (os clubes) contra o Globo FC. Nós somos o time a ser abatido, porque fomos campeões do primeiro turno e, se conseguirmos vencer o segundo, somos campeões direto. O que mais eu tenho trabalhado (com os jogadores) é ter a tranquilidade e equilíbrio para a gente não se perder, porque o problema maior está com os adversários. É preciso equilíbrio nesses jogos difíceis - desabafou Luizinho Lopes.
No primeiro turno da estadual, o Globo FC venceu o América-RN por 2 a 0, no Estádio Barretão, em Ceará-Mirim. Desta vez, apesar da má fase do Alvirrubro, o empate não surpreendeu Luizinho Lopes. Para o técnico, que trabalhou como auxiliar técnico no Mecão e também vestiu a camisa do clube, a tradição do rival fez diferença em campo. Na quarta posição na classificação, com dois empates e uma vitória, o treinador da Águia mostra confiança em chegar à decisão do returno.

- Eu fui atleta do América-RN, trabalhei muito tempo e sei o que se passa lá. O América-RN nunca vai deixar de ser grande. Eu alertei aos nossos atletas: sempre vai ser muito difícil jogar contra o ABC e o América-RN. Os grandes são eles. Para isso, a gente tem que correr dobrado, aumentar o nível de concentração e isso é natural. Eles vieram ávidos por uma vitória, mas a gente conseguiu heroicamente um empate fora de casa. O Globo FC no primeiro turno tinha um empate, uma vitória e uma derrota. Hoje, nós temos uma vitória e dois empates. De doze jogos no campeonato, nós fizemos oito fora de casa. Só perdemos um, para o ABC. Isso mostra equilíbrio e nível de competitividade. Nós não abrimos mão do segundo turno - contou o treinador.
Com o jogo nervoso contra o América-RN, o Globo FC teve o atacante Romarinho e os meias Denis e Renatinho Potiguar expulsos no segundo tempo. Junto com os três, o lateral-esquerdo Renatinho Carioca recebeu o terceiro amarelo e também será desfalque na Águia para o jogo desta quarta-feira, contra o ABC - o único adversário que o Tricolor perdeu na competição - no Estádio Barretão, em Ceará-Mirim. Luizinho Lopes afirma está preocupado os desfalques e lamenta o nervosismo dentro de campo.
- Foi tudo muito rápido no final de jogo. Perdemos jogadores no banco, o Denis tinha acabado de entrar e foi expulso. Vamos esfriar a cabeça, ter tranquilidade e se reorganizar para a gente colocar o melhor para jogar contra o ABC. É complicado. A gente é uma equipe competitiva e, infelizmente, o ser humano em um detalhe perde um pouco da tranquilidade. Vamos trabalhar para isso não se repetir - completou.
FONTE GloboEsporte.com/RN

CAMPEONATO POTIGUAR : Potiguar de Mossoró empata com o Alecrim e deixa liderança do estadual.

Potiguar de Mossoró e Alecrim empataram sem gols na tarde deste domingo, no Estádio Nogueirão, e o placar acabou tirando o Time Macho da liderança do returno do estadual. Com a vitória do Assu sobre o Baraúnas, por 1 a 0, o Alvirrubro caiu para o segundo lugar, com oito pontos. O Verdão, que briga contra o rebaixamento, chegou aos dois pontos, e subiu para a sexta posição, por conta dos critérios técnicos.
Na próxima rodada, o Potiguar vai a Ceará-Mirim para encarar o Globo FC, no Estádio Barretão. O jogo acontece no domingo, às 17h. O Alecrim volta a campo no clássico contra o América-RN, na próxima segunda-feira, às 19h15, na Arena das Dunas, em Natal.
Foto: Divulgação/FNF

O jogo

Potiguar de Mossoró e Alecrim fizeram um primeiro tempo com poucas jogadas de ataque. O Time Macho não conseguiu trabalhar a bola e acabou se complicando com a marcação do Verdão. O técnico Emanoel Sacramento escalou Wellington Sabão, Joseph e Robert no ataque, mas o trio não conseguiu furar o bloqueio da zaga e do goleiro Messi, que foi o destaque do jogo.
No segundo tempo, o Potiguar manteve mais posse de bola e quase abriu o placar com Wellington Sabão, que cobrou uma falta no ângulo, mas o goleiro Messi fez uma boa defesa e mandou para fora. A torcida do Potiguar chegou a comemorar o gol, mas acabou frustrada pela defesa do goleiro do Verdão. No fim da partida, Calebe cometeu uma falta dura e, depois, se envolveu em uma confusão em campo e acabou expulso pelo Alecrim. Com um homem a mais, o Time Macho foi todo para o ataque, mas a defesa do Verdão fez uma barreira e não conseguiu chegar à vitória.
FONTE GloboEsporte.com/RN

ABC : "Meu nome não é John": Marques faz mais um e vira novo xodó do ABC.

Foto: Andrei Torres/ABC
A primeira pergunta a fazer não poderia deixar de ser: "Marques ou John Lennon?". "Marques!", respondeu convicto. Nascido e batizado como John Lennon Marques Silva, o atacante de 25 anos decidiu abandonar o nome do eterno Beatle para ser chamado pelo sobrenome Marques. A mudança ocorreu após a chegada ao ABC. Apresentado no início de fevereiro, teve a primeira chance apenas na última quarta-feira, marcando um dos gols da vitória por 2 a 1 sobre O CSA, na despedida alvinegra da Copa do Nordeste. Na noite deste sábado, entrou no segundo tempo contra o Santa Cruz de Natal e, mais uma vez, balançou as redes, caindo nas graças da galera ao fechar a goleada por 3 a 0.
- Eu estou trabalhando para buscar o meu espaço. Graças a Deus, em dois jogos, pude fazer dois gols, mas ainda tenho que melhorar um pouco o ritmo e  aproveitar ainda mais as oportunidades que o professor tem me dado - declarou.
Embora prefira o Marques, o atacante teve que ouvir a torcida cantar "John Lennon vem aí, e o bicho vai pegar" antes de substituir Túlio Renan. Geninho atendeu aos apelos das arquibancadas aos 20 minutos do segundo tempo. Após algumas tentativas frustradas de dribles pela esquerda, aos 42, apareceu como um raio para receber o lançamento de Caio Mancha que rasgou a defesa do Santa Cruz. Com frieza, deu um leve chapéu no goleiro Willian e, livre, caminhou tranquilamente para apenas fazer a bola passar a linha do gol. "Só não entrou com bola e tudo porque teve humildade", como diria Jorge Ben Jor. O lance arrancou um largo sorriso de Geninho no banco de reservas, e os aplausos dos colegas. Pouco depois, em jogada idêntica, quase fez outro.

- A gente tem trabalhado isso aí. Eu procuro estar fazendo o 'facão', e o Caio já me conhece, a gente trabalhou junto no Palmeiras. Fui feliz. O Erivélton me deu uma bola parecida, mas infelizmente não pude aproveitar - contou Marques.
A nova "sensação" da Frasqueira é natural de Lapão, na Bahia, e estava na Portuguesa antes de acertar com o ABC. Na análise de Geninho, Marques esteve melhor contra o CSA, mas comemorou a "estrela" da nova descoberta, digamos assim.  Destacou ainda que um atacante "não precisa jogar bem desde que faça gols". 
- O Marques está demonstrando que realmente tem estrela. Se for analisar a participação dele, ele não participou praticamente de jogada nenhuma e quase fez dois gols. Fez bem uma diagonal, meteram bem a bola e, aí sim, mostrou qualidade para tirar o goleiro da jogada e fazer o gol. E quase tirou o goleiro na outra. É bom para o time ter um jogador com uma estrela dessa. Se ele continuar assim, entrando e fazendo um gol, será bom para ele e muito bom para o ABC - comentou o treinador.
O comandante do Mais Querido encara com tranquilidade a empolgação dos torcedores. A crise de identidade ainda deve persistir, pois muitos insistirão em pedir o John Lennon, mas, para Geninho, o que importa é o aproveitamento do Marques.
- A torcida gosta de jogador com a característica dele, driblador, que chama o jogo. E tem demonstrado que tem estrela. Isso vai fazer com que passe a ter uma empatia muito grande da torcida com ele. É natural que a torcida comece a pedir ele no time ou entrando. Acho que vai nos ajudar se ele continuar com esse aproveitamento - completou.
FONTE GloboEsporte.com/RN

sexta-feira, 24 de março de 2017

ABC : Erivélton pede "humildade" ao ABC para enfrentar o lanterna Santa Cruz.

Foto: Andrei Torres
Erivélton é uma das peças titulares na escalação do ABC e, nesta quinta-feira, na reapresentação do elenco após a vitória contra o CSA, que marcou a despedida do Alvinegro da Copa do Nordeste, o meia falou sobre a "folga" que ganhou na semana ao ser poupado por Geninho, mas garantiu que o foco do elenco está voltado para chegar à final do segundo turno do Campeonato Potiguar.
Erivélton é uma das peças titulares na escalação do ABC e, nesta quinta-feira, na reapresentação do elenco após a vitória contra o CSA, que marcou a despedida do Alvinegro da Copa do Nordeste, o meia falou sobre a "folga" que ganhou na semana ao ser poupado por Geninho, mas garantiu que o foco do elenco está voltado para chegar à final do segundo turno do Campeonato Potiguar.
- A gente está encarando como um jogo difícil, sabe que o Santa Cruz tem bons jogadores e o grupo precisa trabalhar bem nessa sexta para entrar focado, que possa ter um bom jogo e saia com a vitória de campo. Tenho certeza que o professor Geninho vai falar com a gente sobre esse tipo de jogo, que ele cobra muito. A gente sabe da situação do Santa Cruz, mas tem um elenco qualificado e nós precisamos entrar focados, com determinação, com humildade, respeitando o time deles, mas fazendo o jogo da gente para sair com a vitória.
Com o descanso merecido, Erivélton reforça que o elenco do ABC é qualificado e que todos buscam um espaço entre os titulares, sem qualquer desavença. O meia conta ainda que se o Alvinegro pretende conquistar o segundo turno, vai precisar encarar cada jogo como uma "decisão".
- Eu sempre quero jogar, mas eu respeito a decisão do professor pelo descanso do grupo, para dar oportunidade também aos companheiros que buscam uma chance na equipe. Foi importante, porque a gente vem de uma sequência muito grande de jogos, com quarta e domingo, e junto com a comissão técnica, houve essa conversa para poupar o grupo para a gente voltar mais focados. Não podemos vacilar nesses próximos jogos, que são só decisões, para a gente chegar na decisão - completou.
FONTE GloboEsporte.com/RN